Natal na Pandemia? Veja 10 dicas de ouro para economizar nas festas de fim de ano

Os panetones lotam as prateleiras dos supermercados, as luzes coloridas embelezam as ruas e o comércio anuncia promoções especiais. Os sinais de que as festas de fim de ano estão chegando são visíveis por toda parte, mas também há muita dúvida no ar, afinal, como estamos cansados de saber, este não é um ano comum.
Será que vamos poder trocar presentes? Encontrar aqueles familiares que só vemos no Natal? Como vai ficar a ceia? E o Papai Noel, ele é do grupo de risco, né?Surgem também algumas dúvidas mais sérias, que mexem com o nosso bolso. Como vamos manter o espírito natalino vivo sem comprometer as finanças? É neste ponto que algumas dicas podem ser bem valiosas:


1 – Não deixe as compras para a última hora: Segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), no ano passado mais de 13 milhões de pessoas deixaram suas compras de fim de ano para os últimos dez dias antes da data. Não tem jeito, comprar na última semana é quase uma tradição natalina genuinamente brasileira. Mas não é o mais indicado para o bolso.Nos últimos dias os preços dos presentes costumam subir muito, por isso, é uma ótima ideia se planejar e ir às compras o quanto antes. Assim você também conseguirá fazer as compras com mais calma e tem menos chances de comprar por impulso. Além de tudo ainda evita aglomerações, o principal conselho que todos estamos ouvimos desde março.


2 – Se possível, deixe para comprar algumas coisas depois do dia 25: Ok, essa dica e a anterior podem parecer contraditórias. Mas se for comprar algo para si próprio não custa esperar mais alguns diazinhos, não é? Ou talvez você tenha alguns amigos mais próximos que não vão se importar de ganhar o presente só lá pro dia 27. O ideal é comprar algumas semanas antes, mas se não for possível tente deixar mais pra frente.Aliás, a ideia de comprar depois do Natal não é nada de outro mundo. Em muitos países, como no Reino Unido e na Austrália, existe até um feriado dedicado às compras pós-natal, o chamado Boxing Day, celebrado sempre no dia 26 de dezembro.


3 – Imponha um limite de gastos: Veja o quanto é viável gastar comprando presentes e estabeleça este limite para si próprio. Se você é daqueles que têm dificuldade de se controlar em uma loja, leve apenas o dinheiro em espécie no valor exato do seu limite estabelecido. Assim, por mais que se queira gastar além da conta, não terá como.


4 – Valorize o comércio local: Os grandes varejistas capitalizam datas comemorativas, como o Natal, o máximo que podem. Por que não buscar alternativas mais em conta no comércio do seu bairro? Itens como decoração e alimentos costumam ter uma excelente qualidade por preços menores. Muitas vezes os produtos vendidos por estes lojistas de pequeno porte são artesanais e de fabricação própria, o que diminui os custos para o consumidor final. Esta dica, inclusive, vai além da preocupação em relação às suas finanças. Muitos pequenos comerciantes tem no Natal a sua fonte de renda para o ano todo. Em um período com tamanhas instabilidades a sua compra pode ser de grande ajuda para alguma família.


5 – Lembre-se: o Natal não se resume a presentesSe o orçamento estiver muito apertado não se sinta mal por não conseguir presentear todo mundo. A magia desta época está em rever as pessoas e celebrar, não necessariamente presentear. Veja quem são as pessoas mais próximas de você e reserve para elas os maiores e melhores presentes. Para aqueles familiares e amigos com quem não se tem tanta proximidade (como aqueles que só aparecem no fim do ano) uma lembrancinha ou presente de baixo custo já costuma ser o suficiente.

6 – Escolha uma forma simples e prática de administrar o seu dinheiroPor mais difícil que possa parecer, com prudência e planejamento é possível ter um natal mais econômico após um período tão turbulento. O que não é difícil é escolher uma forma de administrar o seu dinheiro de uma maneira fácil, rápida e segura.A Conta Zap, por exemplo, permite fazer transferências, pagamentos e até recargas de celular. Tudo sem precisar sair do WhatsApp. É a opção perfeita para as compras de Natal, quando você mais precisa de praticidade e segurança.E é muito fácil começar a usar a sua Conta Zap hoje mesmo, é só mandar uma mensagem para o Zapelino, o nosso assistente virtual, ele já está esperando por você! https://zapconta.co/Abrir-Conta


7 – Pense em uma forma mais econômica de viajar

Natal não é Natal sem família e amigos. É nessa época do ano que muitas pessoas viajam de volta para suas cidades de origem ou procuram tirar do papel aquela viagem planejada a muitos anos. Não vamos sugerir que você deixe de viajar. Até porque o setor do turismo está sendo duramente afetado pelos impactos da Pandemia da COVID-19 e todo cliente vale ouro. Mas não é tão difícil pensar em alternativas mais econômicas para viajar. Se a distância não for tão grande você pode trocar o avião pelo ônibus, ou talvez procurar por uma carona (plataformas como o BlaBlaCar podem te ajudar nessa missão). Se a sua viagem for internacional é indispensável manter um olho bem atento às flutuações do valor do câmbio da moeda corrente do país ao qual você pretende visitar. Além, é claro, conferir quais são as regras sanitárias de isolamento e distanciamento para evitar problemas.


8 – Tenha calma com a decoração

Tudo bem que aquela luz de Natal com algumas lâmpadas queimadas não é lá muito atrativa. Mas algumas decorações antigas podem muito bem ser reaproveitadas. Vale até botar os seus dotes artísticos para funcionar e fazer a sua própria decoração com materiais reciclados. Dê uma pesquisada pela internet, há inúmeras dicas e tutoriais dedicados a decoração natalina barata e sustentável. Se você tem crianças em casa, esta pode ser uma excelente oportunidade para envolvê-las no espírito de Natal.


9 – Não leve as crianças para as lojas

Falando em crianças, talvez seja melhor que elas fiquem em casa na hora de fazer as compras da grande noite. As lojas costumam ser mestres na arte de criar um forte apelo visual para elas (já reparou que a prateleira dos brinquedos está sempre na altura dos olhos delas?). Por vezes, até os adultos têm dificuldade de se controlar ao serem expostos a tanta propaganda, que dirá então os pequenos, ainda sem uma grande noção do valor do dinheiro.


10 – Se entregue ao espírito natalino

Agora que as compras estão feitas, a mesa da ceia está posta e a decoração já deixou todos encantados, você pode respirar aliviado e aproveitar a noite. Este é mais um ano que se conclui. Foi difícil, a gente sabe. Por isso, nada mais justo que alguns dias para acalmar os pensamentos. Afinal, reorganizar as ideias também é super importante para entrar no novo ano com a mente (e o bolso) em equilíbrio.Curtiu as nossas dicas? Esperamos que você tenha um Natal cheio de alegrias e super econômico! Compartilhe este artigo com os seus amigos e fique de olho no nosso blog. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *